“O som da terra perde um de seus maiores representantes !
 Agradecemos por toda sua musicalidade e entrega !!! Viva Naná !!!obrigado !!!”
Yamandu

Enquanto Yamandu traz na bagagem o choro e a milonga sulista, Naná, lenda da música brasileira e considerado um dos destaques da percussão no mundo, entra com o frevo e maracatu. O repertório traz músicas como “Brejeiro”, “Vento” e “Missionerita”, ao lado de composições de Naná e Yamandu.