LUZ DA AURORA

Band :
Título : LUZ DA AURORA
Release Date : 2010
Format : CD

A ideia destes dois gênios, Hamilton de Holanda e Yamandu Costa, e seus emblemáticos instrumentos de cultura popular brasileira, bandolim de 10 cordas e violão de 7 cordas, respectivamente, é semear neste país de proporções gigantescas a música em sua excelência. O primeiro encontro foi há mais de 15 anos em São Paulo no Festival Chorando Alto. Uma longa história de amizade pessoal e musical,  “Sempre soubemos que este momento de fazer um trabalho juntos ia acontecer. Chegou a hora.”  diz Yamandu.Unidos para esta grande viagem, o encontro para o lançamento do disco autoral Luz da Aurora ganha dimensões ilimitadas em gênero e nacionalidade. O duo inspirado em nomes como Pixinguinha, Villa- lobos, Jacob do Bandolim, Raphael Rabello, Radames Gnattali, Tom Jobim, Hermeto Pascoal e Egberto Gismonti cultiva à acessibilidade ao grande público e com uma trabalho autoral  resgata e retrata as nossas raízes onde o lema de ambos é “Moderno é tradição”.
Luz da Aurora tem 3 composições inéditas do Duo. A música tema do disco foi feita em homenagem as avós que tinham o mesmo nome “Aurora”; “Samba do Véio” é uma homenagem ao grande SIX (porque tinha seis dedos) um advogado que tocava cavaquinho com aquele balanço mas principalmente um divertido mecenas aglutinador de uma geração. E foi tocando por primeira vez em seu velório que foi feita a promessa de se encotrarem no palco em algum momento futuro; “Cochichado” uma homenagem a música Cochichando . Ainda no album “Meiga”, “Samba pro Rapha”, “Shiawase”, “Chamamé” de Yamandu e “1 Byte, 10 cordas”, “Flor da Vida”, “Estações” e de bonus “ Escorregando” de Ernesto Nazareth e Yamandu explica o porque “Como foi gravado ao vivo, cada dia fazíamos um repertório diferente e nesse dia, a música que escolhemos foi Escorregando e como ficou bonito, entrou.”.
Sobre shows no exterior Hamilton diz “ Faremos uma turnê europeia grande no verão de lá (julho/agosto) a idéia é dar atenção a nossa região sul Americana e um pouco da America do norte. Ao longo das geraçoes a música brasileira sempre esteve muito bem representada no exterior pois traz o frescor dos trópicos e o sentimento do coração aquecido.”
Para ambos fazer música é em companhia a busca do acorde perfeito para o momento presente ter consciência e reverência na incansavél busca da beleza, do dialogo e da amizade. Se, como na vida cada novo dia tem o poder de se renovar, a música também em cada renovação, cada plateia, cada localidade pede uma abordagem particular. Além disso, existe respeito e admiração dos dois lados onde a liberdade é o pré-requisito para que essa música aconteça. “É claro que temos algumas combinações, inclusive, que nunca combinamos o repertório.” diz Yamandu.
Estudamos muito cada um de sua maneira, e isso nos deu ferramentas para poder extrair os sentimentos que nos invadem a alma em forma de música, mas mesmo assim é necessario cortejar a senhora inspiração a cada novo dia. ” Diz Hamilton
“O único controle que temos é o do bom ouvinte – sabemos escutar o que o outro quer dizer e usamos isso como materia-prima para as improvisações.” diz Yamandu.
Artisticamente, Yamandu Costa e Hamilton de Holanda criaram pelas experiências individuais anteriores um repertório de composições inéditas sustentado por mergulhos no desconhecido. “Este disco é uma descoberta de mais um pouco da minha alma e da alma de um grande amigo.” Diz Hamilton. A idéia é que à platéia interaja nesta viagem musical de construção da obra e no frescor da experiência em que cada noite é única, particular e inesquecível. Apertem os cintos que a viagem vai começar.

O disco do Duo foi indicado ao Latin Grammy 2010 de Melhor Disco Instrumental.
Versão lançada nos EUA em 2012 com outra capa e com o título: Yamandu e Hamilton live

Repertório:

SAMBA DO VÉIO – Yamandu Costa e Haminton de Holanda
SHIAWASE – Yamandu Costa
FLOR DA VIDA – Hamilton de Holanda
LUZ DA AURORA – Yamandu Costa e Hamilton de Holanda
01 BYTE 10 CORDAS – Hamilton de Holanda
COCHICHADO – Yamandu Costa e Hamilton de Holanda
CHAMAMÉ – Yamandu Costa
ESCORREGANDO – Ernesto Nazaré – domínio publico
ESTAÇÕES – Hamilton de Holanda
MEIGA – Yamandu Costa
SAMBA PRO RAFÁ – Yamandu Costa